Você sabe o que a síndrome da dor fêmoropatelar?

March 1, 2018

A síndrome da dor fêmoropatelar (SDFP) é mais comum em mulheres sedentárias e indivíduos com grau de treinamento elevado. Ela acontece por um desequilíbrio biomecânico, que atinge a articulação do joelho, principalmente, entre a patela e o fêmur.

 

 

 

Aqueles que são afetados por esse mal tem a dor no joelho como principal sintoma. A dor pode ser sentida até na região anterior do joelho ou na parte de trás da coxa, sendo que as mais dolorosas são ao subir e descer escadas, ao agachar e saltar, e até o ato de ficar sentado por um longo período (sinal do cinema) causa dores. Outros sintomas incluem os estalos ao andar e correr e “sensação de areia” dentro da articulação. Se a síndrome não for tratada no início, o problema pode evoluir para uma rigidez e até limitações articulares.

 

O que causa essa síndrome?

A origem ainda não tem uma definição exata, mas normalmente surge por desgaste, sobrecarga ou impacto, isto é, fatores que causam um desequilíbrio da patela. Além disso, diversas causas podem estar relacionadas com a SDFP como: largura excessiva da pelve, joelho valgo, fraqueza dos músculos do quadril e da coxa, patela alta, insuficiência ligamentar.

 

Por isso, é importante procurar um especialista em casos de dúvidas ou sintomas.

 

Dr. Elias Marcelo Batista da Silva

CRM 16898/PR

 

Agende a sua consulta e faça uma avaliação:

(41) 3044-2940

 

IMO Instituto Multidisciplinar de Ortopedia:

Herculano Carlos Franco de Souza, 438 - Água Verde, Curitiba - PR, 80240-290

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Rua Herculano Carlos Franco de Souza, 438 - Água Verde, Curitiba - PR, 80240-290

  • Instagram - Dr. Elias Marcelo
  • Facebook - White Circle

Tel: (41) 3044-2940